Tags

, , , , , ,

Depois de ter lançado o álbum “Kaas chante Piaf”, Patricia Kaas decidiu interpretar a música “L’Hymne à l’amour” no clipe do primeiro single do novo disco. Nas lojas essa semana, o sucessor do álbum “Kabaret” é, então, anunciado por uma das músicas mais populares do repertório daquela a quem se faz homenagem no próximo ano, pelos 50 anos da sua morte, Edith Piaf. Em um longo vestido preto e simples, Patricia Kaas mostra uma interpretação magistral da música, entre imagens que relembram a carreira de Piaf e momentos da sua vida cotidiana.

O álbum, gravado com a “Royal Philarmonic Orchestra” sob a direção de Abel Korzeniowski, revisita a obra de Piaf em uma versão mais original, como a totalmente reinventada “Milord” e a melancólica “Non, je ne regrette rien”, além de “Padam Padam”, “La foule” e outros. Ao todo, são 16 faixas no disco. “É necessário uma certa experiência de vida e ter conhecido um certo sofrimento para entender melhor algumas coisas”, disse a cantora em entrevista à Pure Charts, explicando o projeto na sua vida:

“Para cantar Piaf, é necessário coragem! O que eu penso sempre ter tido. Eu tenho muita curisidade e amo surpreender. Ainda diria que é necessário ter confiança em si. E isso me faltava até muito recentemente”

declarou, fazendo referência à sua autobiografia, lançada ano passado.

De Pure Charts. Tradução livre.