Tags

, , ,

Para a jovem de apenas 18 anos, tudo ainda é muito recente. Mas o cenário não é o mesmo quando se fala sobre música, ramo no qual Sarah Bialy vive e sobre o qual fala com experiência e propriedade.

sarahbialy0060253775896_600

Começando no mundo musical quando ainda tinha seis anos, Sarah cantava em um coral gospel que era regido pelo seu pai, na periferia parisiense. Aos oito anos a garota gravou o seu primeiro álbum, um disco R&B. Dessa época, ela guarda memórias felizes. “Eu não sabia de verdade o que vinha pela frente. Era como um jogo.” (tradução livre).

Naturalmente o tempo foi passando e Sarah Bialy gravou Ma Route, um álbum repleto de música urbana. E é com uma equipe de peso, repleta de nomes sólidos no meio musical que Sarah faz aos poucos o seu caminho, deixando sua marca por onde passa. Dá só uma olhada na versão feita para a música Jeune et con, de Damien Saez.

Segundo Sarah, o pai sempre lhe confiou o seu apoio e, entre os artistas nos quais ela se inspirou, estão nomes como Alicia Keys, Lauryn Hill e Francis Cabrel. Para a cantora, era bom ver as coisas em uma perspectiva abrangente para saber onde ela poderia se encaixar.

Pelo pouco que pude ouvir, Sarah Bialy tem uma voz forte e marcante que, me arrisco dizer, se encaixa em tudo o que ela quiser cantar. O primeiro single da jovem artista se chama Chacun son tour e foi escrito por Dorian, com composição da própria Sarah Bialy e Richard Minier.

E aí, o que acharam da cantora? Comentem as suas opiniões!🙂

Com informações de Universal Music France.